Voluntários se cadastram como doadores de medula no Butantan

Cerca de 300 voluntários, entre colaboradores e visitantes do Butantan, participaram hoje do cadastramento para se tornar um candidato à doação de medula óssea. A ação fez parte da campanha #JuntospelaBia e um posto volante do Hemocentro da Santa Casa de São Paulo foi instalado provisoriamente no CDC, no próprio Butantan, durante toda a manhã para coletar uma pequena amostra de sangue e os formulários preenchidos e assinados pelos voluntários. 

Todos que se cadastraram hoje passarão a fazer parte do Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea). A ação acontecerá de novo no dia 3 de outubro. Quem fez a inscrição e recebeu o agendamento por e-mail deve trazer o formulário preenchido e assinado, bem como um documento de identidade. Quem não conseguiu se inscrever, mas quer se cadastrar, pode procurar o Ambulatório do Butantan. 

A campanha feita no IB surgiu a partir do pedido da bióloga Thamara De Martino, do Laboratório Especial de Coleções Zoológicas), que é tia da Bia, uma menina de três anos, que está internada no hospital AC Camargo, precisando de um transplante em decorrência de leucemia. 

“Fiquei feliz em participar da campanha e de saber que existe a possibilidade de ajudar outras pessoas que estão passando por sérios problemas de saúde.  Foi uma agradável surpresa ver muitos colegas compartilhando do mesmo sentimento”, afirmou a voluntária Mônica Barros, que faz parte da equipe de Assessoria Técnica.

 

(por Adriana Matiuzo)