Butantan promove 3ª fase da Olimpíada Brasileira de Biologia
Entre os dias 23 e 29 de abril, o Instituto Butantan, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde e um dos maiores centros de pesquisas biomédicas do mundo, em parceria com o CNPq e a Fapesp - Cetics realiza a 3ª fase da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB). Nesta etapa, 15 estudantes participam de uma capacitação prática para as Olimpíadas Internacionais de Biologia.

Durante os sete dias de evento eles vivenciarão atividades e aulas em laboratório, ao mesmo tempo em que suas performances e habilidades serão avaliadas para compor a nota final. No último dia da capacitação, uma nova prova será aplicada para que os oito estudantes com os melhores rendimentos, práticos e teóricos, participem da competição internacional.

Os 15 finalistas, recepcionados pelo Butantan, são os que obtiveram as melhores notas na prova da 2ª fase, aplicada em março passado a 4.040 mil estudantes, de 598 escolas do país. Na 1ª fase, aproximadamente 50 mil alunos fizeram a prova. O conteúdo abordado nas provas envolveu assuntos básicos de Biologia como Citologia, Botânica, Zoologia, Genética e Evolução, Ecologia, Etologia, Biossistemática e Noções de Farmacologia.

“O conteúdo da capacitação foi organizado para que os alunos tenham condições de participar da competição internacional. Para preparar o programa, levantamos assuntos que despertam o interesse pela Ciência”, explica Sonia Aparecida de Andrade, pesquisadora e coordenadora da OBB.

Em 2018, o Butantan coordena pela segunda vez as três etapas da Olimpíada Brasileira de Biologia. O Instituto participa da capacitação desde 2014 e, em 2017, foi o responsável pelo treinamento integral dos alunos, quando o Brasil conquistou o melhor resultado nas competições internacionais, sendo uma prata na 28ª Olímpiada Internacional de Biologia além de dois ouros e duas pratas na 11ª Olimpíada Ibero-americana de Biologia.​