Biblioteca do Instituto Butantan reabre com exposição sobre os 150 anos de Vital Brazil
O Instituto Butantan reabre nesta quinta-feira, 22 de outubro, a sua biblioteca ao público. O espaço passou por um projeto de revitalização e modernização dos seus serviços, durante o qual também foi feita a renovação da pintura da fachada do prédio e reparos estruturais necessários, como a reforma do telhado.

Inicialmente, os visitantes poderão consultar obras da coleção, entre livros, folhetos, teses, dissertações, monografias e papers, e visitar a exposição em comemoração aos 150 anos de Vital Brazil e aos 70 anos do Hospital Vital Brazil, que apresentará itens do acervo do Butantan relacionados ao trabalho do cientista.

A biblioteca tem duas salas de estudo em grupo, uma ampla sala de estudo individual e uma sala de aula, todas equipadas com computadores, projetores e rede wi-fi. A área também integra a Rede de Informação e Conhecimento - BVS RIC – da Secretaria de Estado da Saúde. O espaço visa promover a convivência entre os seus usuários, em um local propício para a socialização e a troca de informações e conhecimento.

O projeto de revitalização e modernização conta com o apoio de uma comissão formada por representantes dos Conselhos Científico, de Produção e de Cultura do Instituto Butantan, que têm discutido os critérios para avaliação e atualização do acervo para atender às demandas informacionais para o desenvolvimento de pesquisas por meio da disponibilização de dados em diversas mídias e formatos.

A equipe também trabalha na criação do catálogo eletrônico de todo o acervo da biblioteca, alimentado inicialmente com as obras dos pesquisadores do Instituto. O catálogo, que conta com mais de 3 mil itens catalogados, está disponível no canal da biblioteca: http://biblioteca-acervo.butantan.gov.br/biblioteca_web/​

A coleção atual é composta por aproximadamente 15 mil exemplares, entre livros, teses, dissertações e 200 mil fascículos de periódicos científicos, referências nas áreas de biotecnologia, imunologia, toxinas e biodiversidade. A biblioteca abriga também o acervo do Núcleo de Documentação, composto por acervos administrativos, científicos e históricos das áreas de pesquisa, produção e cultural do Instituto. O Núcleo preserva e disponibiliza para consulta documentos textuais, fotográficos, sonoros, audiovisuais e cartográficos produzidos desde 1899.

Além disso, está sendo estruturado um programa de capacitação dos pesquisadores e estudantes do Instituto para o uso das fontes e ferramentas de informação nas áreas de atuação da instituição, ampliando o acesso ao conhecimento científico e tecnológico.

A reabertura da biblioteca acontece no âmbito do primeiro Encontro Nacional da Rede Vital para o Brasil. A biblioteca funcionará das 9 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, no Edifício Vital Brazil.